Abscesso abdominal: o que é e como tratar

Abscesso abdominal: o que é e como tratar

Abcessos abdominais são bolsas de pus que se formam entre os órgãos da cavidade abdominal, como o diafragma, intestinos, próstata, fígado, pâncreas, rins, baço, dentre outros. Na maioria das vezes têm origem bacteriana, ou seja, se formam por causa de uma infecção que se desenvolve no local afetado.

Quais são as causas dos abcessos abdominais?

Este tipo de lesão começa a partir de uma perfuração do intestino, causada por uma doença, como a síndrome do intestino irritável, câncer, ruptura do apêndice. Também podem se formar depois de uma cirurgia nesta região, ou a partir de uma infecção em outra parte do corpo, trazida pela corrente sanguínea. A infecção pode avançar mais rapidamente se o paciente estiver com a imunidade baixa, ou se for portador de doenças como a diabete, por exemplo.

Origem e sintomas do abscesso abdominal

Os sintomas dependerão da localização do abscesso e da extensão da infecção. Sintomas comuns a todos os casos de abscesso são: mal-estar generalizado, dor na região do abdômen, febre intensa, diarreia, transpiração, calafrios, desconforto e perda de peso causada pela falta de apetite.

De acordo com a localização do abscesso, os sintomas são diferentes. Por exemplo, se o abcesso estiver localizado abaixo do diafragma, o paciente também pode apresentar tosse e dores na respiração. Não raramente, também sentem dores no ombro, o que é chamado de “dor referida”, uma vez que os nervos que comandam o diafragma são os mesmos que comandam os ombros, causando dificuldades ao cérebro para identificar a origem exata da dor.

Quando o abcesso se localiza na pelve, pode ser resultado de alguma infecção ginecológica. O paciente tem dor abdominal intensa e aumento na frequência do ato de urinar. Se o abcesso estiver localizado na região do peritônio, na parte de trás da cavidade abdominal, o paciente sente dores fortes nas costas, que pioram ao movimentar os quadris. Abscessos pancreáticos se formam dentro do pâncreas, comumente após uma pancreatite. Além das dores na região, os sintomas são náuseas e vômitos.

Abcessos no baço têm como origem infecções provocadas por uma lesão neste órgão ou ainda trazidas pela corrente sanguínea, quando há infecção em algum outro órgão. Causam dores nas costas e no lado esquerdo do abdômen, assim como no ombro esquerdo, devido à chamada dor referida.

Abcessos hepáticos se desenvolvem a partir de uma infecção na vesícula biliar, por exemplo, ou por algum trauma ou lesão contundente ou perfurante. O surgimento de um abcesso nesta região leva o paciente a perder o apetite, sentir náuseas e vomitar, podendo ou não haver dor na área afetada. Também é comum o paciente apresentar icterícia.

Diagnóstico

O diagnóstico de um abcesso abdominal pode ser dificultado pelo mal-estar generalizado que o paciente sente, podendo ser confundido com outra doença, de menor gravidade. Também pode ser confundido com outras enfermidades, como apendicite, câncer de estômago, pancreatite.

Para diagnosticar corretamente, é preciso a realização de alguns exames, como tomografias computadorizadas, raio-x na região abdominal ou ultrassonografia, assim como exames de sangue. Exames de urina também podem ser realizados, de acordo com o local onde o abcesso  se encontra.

Uma vez localizado o abcesso, é extraída uma amostra do pus para determinar o tipo de bactéria que está provocando a infecção e aí iniciar o tratamento.

Tratamento

O tratamento de um abcesso abdominal dificilmente será feito apenas com medicamentos. Na maior parte das vezes, é preciso aspirar ou drenar o pus de dentro da lesão. Este procedimento é feito inserindo-se uma agulha que irá aspirar o material de dentro do abscesso, e este procedimento é guiado por radiografia ou ultra sonografia.

Em casos mais severos, dependendo da localização e tamanho do abscesso, recorre-se até mesmo à cirurgia. Combinado com antibióticos, a infecção é então combatida. Em alguns casos, remove-se parte do tecido do órgão onde o abcesso se originou, para evitar que a infecção volte a ocorrer.

Os abcessos abdominais podem ser fatais se forem descobertos de maneira tardia. Seu rompimento sem tratamento adequado pode levar até mesmo a uma infecção generalizada (sepse).

Em caso de surgirem alguns dos sintomas relatados neste artigo, deve-se procurar o médico e certificar-se de que sejam feitos os exames adequados para um diagnóstico correto e seguro, preservando a vida e o bem-estar do paciente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Adicionar Comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados*

2 + 16 =