consulta-pneumologia

Horários disponíveis

Pneumologia

É a especialidade médica a qual é responsável pelo tratamento das patologias das vias aéreas inferiores. Entre as doenças sob enfoque da pneumologia encontram-se Apnéia Obstrutiva do Sono, Asma, Doença Pulmonar Obstrutiva crônica (DPOC), Pneumonias em suas variadas etiologias, Fibrose Cística, Tuberculose, Micoses Pulmonares, Doenças Pulmonares Interticiais, Transtornos vasculares dos pulmões, Doenças auto-imunes com comprometimento pulmonar e as Pneumoconioses e a realização de exame espirométrico (ou espirometria) de broncoscopia.

Espirometria (Teste de função pulmonar)

Exame em que avalia os volumes e fluxos de ar que entram e saem do pulmão. O paciente deve assoprar no bocal do aparelho de espirometria para ser avaliado. Se o resultado indicar algum tipo de alteração, outros exames serão necessários para confirmar um diagnóstico de doenças respiratórias.

Raio X do Tórax

Aparelho que produz uma imagem semelhante a uma fotografia da região do tórax e principalmente dos pulmões. O Raio X utiliza uma pequena dose de radiação, mas que não é prejudicial a saúde.

Oximetria

Exame utilizado para análise da freqüência cardíaca e percentual de oxigenação do sangue. É utilizado como complemento de exames da Função Pulmonar e monitorização dos pacientes submetidos a Vídeo Broncofibroscopia e durante o tratamento medicamentoso em regime de Hospital Dia.

Prova Ventilatória Completa

Permite avaliar a presença de obstrução das vias aéreas, utilizando manobras em “volume de ar corrente”.

Este método facilita o diagnóstico de doenças obstrutivas de vias aéreas (asma, DPOC) em pacientes que tem dificuldade de realizar a espirometria (crianças muito pequenas e idosos).

Resistência das vias aéreas

As doenças respiratórias muitas vezes provocam uma dificuldade ou obstrução na passagem de ar pelas vias aéreas. A fim de avaliar numericamente isso, há um exame chamado oscilometria de impulso.

Em decorrência de ser estritamente não invasiva e requerer apenas cooperação passiva do paciente, cresce sua utilição para o estudo da Resistência das Vias Aéreas em pacientes pediátricos (acima de 2 anos).

Pressões Respiratórias Máximas

Esta avaliação determina a força muscular máxima empreendida pelo paciente para inspirar e expirar. Através deste exame podem ser identificadas doenças neuro musculares que afetam a caixa torácica.

Volumes Pulmonares/Pletismografia

Técnica da diluição de gases, evitando a possibilidade da sensação claustofóbica da cabine pletismográfica.

Neste exame, uma mistura de gases é respirada até que se estabelece um equilíbrio gasoso e propropicie a medida dos volumes pulmonares.

É utilizada em inúmeras enfermidades, listadas a seguir, chamando-se atenção para as difunções restritivas do tórax, que podem ser dimensionadas somente com a análise dos volumes pulmonares.

Abaixo algumas situações em que a análise dos volumes pulmonares é importante:

  • avaliar doenças intersticiais pulmonares;
  • avaliar doenças da caixa torácica;
  • quantificar a gravidade de doenças obstrutivas e restritivas;
  • avaliar com maior precisão a resposta ao broncodilatador;
  • avaliar incapacidade/invalidez pulmonar;
  • pré-operatório de cirurgia redutora de volume pulmonares;
  • doenças mistas na espirometria;
  • dúvidas na interpretação da espirometria

Tecnica pletismografia

O paciente senta em uma cabine e recebe os comandos atraves do sistema de som do equipamento tecnica de diluição de gases o paciente permanece sentado próximo ao aparelho (semelhante ao da espirometria).

Utilizando-se as manobras das respirações múltiplas inicia-se a medida dos volumes pulmonares;

  • o exame é repetido após o uso de medicações por via inalatória (spray);
  • o exame dura em media 30 minutos.

Capacidade de Difusão Pulmonar

A capacidade de difusão pulmonar é a avaliação da habilidade dos pulmões para a transferência de gases. A difusão de gases no pulmão pode ser medida através de um mistura contendo uma pequena concentração de monóxido de carbono, ou através da cabine pletismografica. O Hospital Dia do Pulmão realiza ambas as técnicas.
Através deste exame, é possível observar com certa precisão, o quanto o seu pulmão pode estar afetado por doenças que comprometem a transferência de gases dos alvéolos até o sangue. Em determinadas enfermidades o pulmão pode ser o primeiro órgão a ser acometido, podendo alterar a troca gasosa mesmo sem alteração no raio x de tórax. São listadas abaixo, algumas das situações clínicas que podem alterar a capacidade de difusão.

Broncoscopia

A broncoscopia é a endoscopia do aparelho respiratório, realizado por especialista, que é realizado para o diagnóstico e coleta de material para exames laboratoriais diretamente nos pulmões.

PHmetria Esofágica de 24h em adultos

A pHmetria Esofágica de 24h é um dos exames utilizados na avaliação do Refluxo Gastro Esofágico.

O RGE pode ser a causa de diversos sintomas típicos (azia, queimação no tórax, sensação de regurgitamento alimentar) ou atípicos (dor, tosse crônica, chiado “tipo asma, bronquite” infecções respiratórias de repetição).

PHmetria Esofágica 24 horas em Crianças

A monitorização por 24 horas do pH esofágico é amplamente aceita como o teste diagnóstico mais confiável para detectar o refluxo gastroesofágico (RGE).
O RGE é a passagem do conteúdo gástrico (ácido e ou alimentos) para o esôfago. O pH esofágico varia de 5 a 7, quando cai abaixo de 4 sugere refluxo ácido. A monitorização do pH esofágico documenta a acidificação do esôfago durante períodos prolongados, com o cliente realizando suas atividades habituais.

Teste de Caminhada de Seis Minutos (TC6M)

O TC6M é um procedimento que visa avaliar o esforço com o objetivo de verificar a condição muscular e respiratória para atividades do dia-a-dia. Para obtermos um melhor resultado, devemos observar alguns detalhes:

  • Usar roupa confortável, que não atrapalhe a movimentação;
  • Usar calçado fechado, confortável, de sola aderente e sem salto (evitando chinelos, sandálias e botas), preferencialmente usar tênis;
  • Retirar o esmalte das unhas, pois pode interferir na leitura da oximetria;
  • Trazer os nomes das medicações tomadas habitualmente;
  • De preferência traga sua receita ou as caixas/bulas das medicações.