lista-consulta-ginecologia

Horários disponíveis

Ginecologia E Obstetrícia

A ginecologia é o ramo da medicina que trata da saúde da mulher de todas as idades.

É o especialista responsável pelas consultas de rotina, prescrição de métodos contraceptivos, sexualidade, gravidez e tratamento para menopausa e infertilidade.

Exames

Ultrassom

O ultrassom ginecológico ou pélvico, é feito através do abdômen e deve ser realizado com a bexiga cheia.
O ultrassom obstétrico é realizado em gestantes, para avaliar os aspectos referentes a saúde e sexo do bebê.
O ultrassom da mama é um exame de imagem que torna possível a avaliação da glândula mamária, e detecta alterações ou lesões.

Mamografia

Exame mais recomendado para o diagnóstico precoce do câncer de mama. Possui resultado altamente eficaz, capaz de mostrar o câncer muito antes deste ser palpável. Indicado para mulheres acima de 40 anos de idade, ou que tenham recebido recomendação do especialista.

Papanicolau

Exame no qual o ginecologista colhe material que será analisado em laboratório, no qual é possível detectar inflamações, displasias e doenças como HPV e o câncer do colo do útero.

Especular

O ginecologista introduz um espéculo no canal vaginal com o objetivo de avaliar a cor e aspecto do colo do útero. Com esse exame é possível detectar lesões, inflamações, presença de corrimento ou hemorragias.

Toque Vaginal

Parte do exame físico para análise da vagina, do colo e corpo do útero. O toque vaginal é de grande importância para o diagnóstico de endometriose e doenças inflamatórias pélvicas.

Exame clínico de mama

Realizado durante a consulta com o ginecologista, a palpação das mamas é realizado para examinar as mamas buscando encontrar nódulos suspeitos de tumores.

Sexagem fetal

A sexagem fetal é um exame feito pela amostra de sangue da mãe, no qual será analisado o DNA do feto para detectar qual o sexo. É recomendável que seja realizado a partir da oitava semana, para que haja maior porcentagem de acerto.

Captura híbrida no diagnóstico do HPV

Com a captura híbrida é possível diagnosticar a presença do vírus mesmo antes da paciente apresentar sintomas. O médico coleta amostras de secreção do colo uterino, da vagina ou da vulva. O material recolhido é encaminhado para o laboratório.