Chocolate faz bem para SAÚDE?

Chocolate faz bem para SAÚDE?

Chegou a Páscoa e com ela o tão delicioso chocolate. Ovos, bombons, barras e tudo mais que você possa imaginar são tentação certa para o nosso paladar e nossos olhos. E junto com prazer de degustar o chocolate sempre vem as preocupações: comer chocolate engorda? causa espinhas? Etc. Mas são poucas as pessoas que falam dos inúmeros benefícios que o chocolate tem. Este post é dedicado às vantagens oferecidas pelo delicioso chocolate, além de explicar algumas verdades e mentiras sobre ele.

Vamos começar com alguns MITOS sobre o chocolate:

  • Causa dependência: MITO
    De certa forma é normal que as pessoas se “viciem” em chocolate, pois ele contém substâncias estimulantes e antidepressivas como afenietilamina, serotonina e cafeína. Contudo, não é cientificamente comprovado que o consumo de chocolate vicie
  • Afrodisíaco: MITO
    Perante a ciência é um mito, mas sabemos que ao consumir chocolate, temos sensações de bem-estar, a produção de hormônios se altera, podendo causar estímulos diferentes do comum no organismo.
  • Causa espinhas: MITO
    Isso nunca foi comprovado e ainda é uma incógnita para a medicina. De uma coisa temos certeza: o excesso de chocolate, assim como o excesso de qualquer outro alimento prejudica o corpo de alguma forma
  • Causa enxaqueca: MITO
    Apesar de nada ter sido provado, alguns componentes do alimento como a cafeína, gorduras e feniletilamina podem causar aumento da enxaqueca em pessoas mais sensíveis. Colaboram para o aumento, não para a origem.

Agora vamos a alguns benefícios:

  • Auxiliar da musculação: VERDADE
    É comum ver nas academias atletas que substituem seus shakes e suplementos por uma barra de chocolate amargo. Essa barra contém uma substância chamada epicatequina, que oferece mais desempenho para a prática de exercícios físicos, com mais resistência a fatiga e maiores benefícios cardiovasculares.
  • É antioxidante: VERDADE
    Alimentos antioxidantes são capazes de neutralizar os chamados radicais livres do corpo. Porém, para que isso aconteça o alimento precisa contar com pelos menos 70% de pó de cacau em sua composição, ou seja, ser um chocolate amargo.
  • Ajuda os fumantes: VERDADE
    Uma vez que os fumantes tem mais radicais livres em seus corpos e o chocolate ajuda na produção de antioxidantes, os fumantes acabam sendo mais beneficiados. O cientista Pasquale Pignatelli, da Universidade de Sapienza, recomenda que os fumantes consumam de 20 a 40 gramas de chocolate amargo (mais de 70% de concentração de cacau) ao dia.
  • Combate inflamações: VERDADE
    Civilizações ancestrais como os maias e astecas usavam o cacau para tratar problemas cardiovasculares, gastrointestinais e do sistema nervoso. “O chocolate contém elementos químicos que imitam a ação dos agentes do corpo humano que combatem a dor e a inflamação. Ele também minimiza a quantidade de substâncias inflamatórias no organismo”, afirma Paul Durham, autor do estudo e pesquisador da Universidade do Missouri, nos EUA. “Em nossos testes, usamos cacau em pó para produzir resultados mais eficientes. Chocolate amargo também se mostrou mais eficaz no bloqueio a inflamações que chocolate ao leite”. O importante é que o consumo de chocolate amargo é LIVRE.
  • TPM: VERDADE
    Ao comer chocolate, há a liberação de serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar. E sabemos que na TPM, as mulheres mudam de humor pelo desconforto de dores e má sensações.
  • É saudável: VERDADE
    Chocolate é muito saudável e pode ser consumido sem dó. O amargo é a opção mais recomendada pois é rico em antioxidantes, flavonoides, reduz a oxidação de LDL e evita o depósito de colesterol ruim nas artérias.
  • Prazer: VERDADE
    O chocolate causa a “produção” de Felicidade! Coma chocolate sem medo.

Esperamos ter contribuído com essas informações. Então lembre-se na hora de escolher o chocolate, de preferência para o meio amargo e coma sem peso na consciência.

Adicionar Comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados*

quinze − 1 =