6 cuidados para quem vai iniciar na academia

6 cuidados para quem vai iniciar na academia

Estamos chegando no verão, período em que as pessoas aproveitem mais as praias, clubes, piscinas e outras atividades as quais deixam seus corpos mais expostos. Como isso, muitos acabam sentido a necessidades de dar uma reduzida no peso, nas gordurinhas e desfilar um corpo mais “sarado”. É nessa hora que muitos iniciam as suas atividades físicas procurando academias. É nesse momento que muitos iniciantes chegam todos os dias nas academias e não sabem exatamente o que esperam e o que devem fazer. Muitos deles cometem erros, que são repetidos constantemente e que fazem com que eles percam tempo e dinheiro.

Antes de qualquer coisa temos que definir que iniciante é uma pessoa que nunca treinou, ou não treina há mais de um ano.

Então vamos relacionar 6 cuidados para quem vai iniciar os treinos na academia

1° Não existe formula mágica;

Muitas vezes os iniciantes têm um problema bastante comum, a ansiedade. Eles observam pessoas que treinam há anos, que possuem corpos bem desenvolvidos e acham que em pouco tempo estarão iguais. Para piorar, nos primeiros meses, o desenvolvimento é algo bastante notável, o que faz a ansiedade aumentar ainda mais. Porém, este desenvolvimento acaba se tornando cada vez mais lento com o passar do tempo e isso faz com que as pessoas fiquem mais ansiosas por resultados. Isto é natural e todo iniciante deve ter cuidado para que faça uma construção bem estruturada de seu treino e de seu corpo.

2° Para cada corpo um treino;

Cada pessoa tem uma individualidade biológica, independentemente de quem seja. Nunca se deve copiar treinos, dietas e tudo mais relacionado ao treinamento. No caso de um iniciante, isso é ainda mais importante. Uma pessoa que nunca treinou, ou que está bastante tempo sem treinar, precisa de um processo adaptativo que é bastante singular, que precisa ser totalmente individualizado, para que sejam evitados problemas maiores.

3° Preocupe-se mais com a execução do que com as cargas;

Na verdade, essa “regra” vale para todos, mas principalmente para os iniciantes, que precisam melhorar não apenas a coordenação motora, mas também a consciência corporal. Além disso, quem não treina costumeiramente, somente com a execução de alguns exercícios, sem tanta carga, já conseguem um treino eficiente. Lembre que altas cargas no início podem ser prejudiciais

4° Aparelhos podem ser uma boa saída;

Com o movimento guiado, os erros de execução são minimizados e ocorre uma melhora das atividades das unidades motoras principalmente para casos onde a pessoa nunca treinou.

5° Tenha um planejamento de médio e longo prazo;

O maior erro das pessoas que treinam, é não saber o que querem e onde querem chegar. Por isso, tenha algumas metas a serem batidas, que não precisam necessariamente ser em seu corpo (por exemplo, estipule metas de comparecimento de treino, de dieta e outros fatores importantes). Além disso, é importante ter objetivos em longo prazo, para saber onde você quer chegar. Pois caso contrário, é muito fácil de um iniciante se perder pelo caminho e não atingir nada.

6° Cuidado com suplementos.

Criou-se uma certa euforia em torno dos suplementos, o que faz com que muitos iniciantes achem que seja necessário suplementar desde o início. Mas na verdade cada caso mereça atenção individualizada, mas no geral, uma pessoa que se alimente de maneira adequada e seja um iniciante, não precisa suplementar sua dieta. Mas vale ressaltar, que cada caso precisa de uma análise específica, feita por um nutricionista esportivo.

O recomendável que seja feito um check-up médico em conjunto com um acompanhamento de um nutricionista esportivo antes do início de qualquer atividade física.

Agende já a sua consulta!

Adicionar Comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados*

um × cinco =