5 problemas de saúde que mais matam homens no Brasil

5 problemas de saúde que mais matam homens no Brasil

Segundo dados do IBGE, homens brasileiros vivem em média sete anos a menos que as mulheres e têm mais doenças do coração, câncer, diabetes e colesterol.

Um levantamento da Vigitel de 2011 revelou que uma das principais causas para tantas mortes em decorrência de doenças cardiovasculares entre os homens é a alimentação. Eles ingerem carne com gordura com mais frequência que elas (45,9% x 24,9%), tomam mais refrigerantes (34,3% x 25,9%) e comem menos frutas e hortaliças (25,6% x 35,4%). Não contente, a ala masculina também fuma mais (18% x 12%) que a feminina.

Confira os cinco problemas de saúde que mais matam homens no Brasil

  1. Câncer de próstata

No Brasil, o câncer de próstata é a quarta maior causa de morte por câncer e corresponde a 6% das mortes totais de homens brasileiros anualmente. Três quartos dos casos (75%) no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos de idade. Porém, quando diagnosticado no início, tem seus riscos de mortalidades reduzidos.

  1. Obesidade e diabetes

De acordo com dados da OMS – Organização Mundial da Saúde, o percentual de homens obesos no Brasil é maior do que 15%. A obesidade acaba eia uma série de problemas sociais, comportamentais e psicológicos, além de ser o principal desencadeador do diabetes, problemas cardiovasculares e neurológicos.

  1. Doenças cardiovasculares

As principais doenças cardiovasculares são infarto, acidente vascular cerebral, arritmias cardíacas e acúmulo de placas de gorduras nas artérias. As doenças cardiovasculares são responsáveis por mais de 30% das mortes registradas no país, dessas mortes registradas, mais de 60% das vítimas são homens.

  1. Cirrose e problemas no fígado

A cirrose e os demais problemas hepáticos estão diretamente relacionados ao estilo de vida masculino que compreende a não alimentação de maneira correta, além de grande ingestão de bebidas alcoólicas.

  1. Pneumonia 

Embora já tem sido reduzido, o número de casos de morte ligados à pneumonia ainda é muito alto no Brasil. A pneumonia está diretamente ligada ao tabagismo que contribui diretamente para a ocorrência de infecções do trato respiratório.

Lembre que quanto mais cedo for feito qualquer tipo de diagnóstico maior é a chance de cura.

Agende já a sua consulta!

Adicionar Comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados*

oito + 11 =