6 Dicas para Prevenir o Câncer de Próstata

6 Dicas para Prevenir o Câncer de Próstata

O câncer de próstata é a segunda principal causa de morte em homens. embora a causa da doença ainda seja desconhecida é bem provável que uma mistura complexa de vários fatores, incluindo genética, raça, dieta, estilo de vida e exposição a produtos químicos sejam os causadores da mesma. O câncer de próstata se torna mais comum em homens a partir dos 45 anos, e é muito raro em homens com menos de essa idade. Autópsias tem encontrado câncer na próstata em cerca de 30% dos homens na faixa dos 50 anos e mais de 80% dos homens em seus 70 anos. O histórico familiar também é importante. Se um pai ou irmão tinha câncer de próstata o risco é duas vezes maior. Se dois parentes próximos tiveram câncer da próstata o risco aumenta em até 5 vezes.

Embora não possamos mudar nossos genes ou evitar o envelhecimento, há algumas coisas que podemos para diminuir o risco de câncer de próstata

1. REDUZA A GORDURA ABDOMINAL

A gordura dentro do abdômen, chamada de “gordura visceral”, é metabolicamente prejudicial ao organismo. A gordura visceral é a gordura que se acumula nas camadas profundas do abdômen, envolvendo os órgãos internos como o coração, rins, fígado, estômago, intestinos e pâncreas. Ela é responsável pela produção de substâncias inflamatórias e altera índices hormonais de forma a aumentar o risco de muitos tipos de câncer, incluindo câncer de próstata. Atividades físicas periódicas e uma dieta com baixo índice glicêmico podem reduzir a sua gordura visceral.

2. CONSUMA VEGETAIS CRUCÍFEROS

Algumas pesquisas apontam que homens que comeram um dos vegetais crucíferos, mais de uma vez por semana tem até 40% menos probabilidade de desenvolver câncer de próstata. Isto pode estar relacionado com um produto químico, indol-3-carbinol, que tem efeitos sobre o metabolismo hormonal. Este mesmo produto químico tem sido associado a um risco menor de câncer da mama.

Veja lista de alguns vegetais crucíferos:

  • Brócolis;
  • Rúcula;
  • Couve de Bruxelas;
  • Couve-flor;
  • Repolho;
  • Couve chinesa;
  • Couve-galega;
  • Rabanete;
  • Agrião;
  • Folhas de mostarda;
  • Nabo

3. CONSUMA PRODUTOS DERIVADOS DO TOMATE

O trunfo vem do licopeno, o pigmento que dá a cor ao tomate. Na presença desse fitoquímico, as células defeituosas acabam interrompendo aquela multiplicação sem fim que dá origem à doença. O licopeno fica guardadinho em cada célula do tomate. Ao ser liberado, ele se espalha para boa parte do organismo, mas, por razões ainda não muito bem esclarecidas, vai parar em regiões como a próstata. É interessante notar que, entre os países com menor incidência de tumor na glândula, estão a Grécia e a Turquia, lugares em que o tomate é prestigiado diariamente no menu.

4. TER UMA VIDA SEXUAL ATIVA E SEGURA

Ejacular com frequência reduz o risco de câncer de próstata. De acordo com um estudo publicado recentemente na versão online da revista científica European Urology, homens que ejaculam pelo menos 21 vezes por mês têm um risco 20% menor de desenvolver este tipo de tumor.

5. CUIDADO COM A FALTA DE VITAMINA D

A deficiência de vitamina D está cada vez mais ligada a inúmeros problemas de saúde, incluindo doenças cardiovasculares, hipertensão, demência, perda óssea e vários tipos de câncer.

Veja lista de alguns alimentos ricos em Vitamina D:

  • Atum;
  • Sardinha;
  • Gema de ovo;
  • Bife de fígado;
  • Cogumelos..
  1. TENHA UMA DIETA SAUDÁVEL

Os laticínios são os maiores responsáveis pelo aumento do risco de desenvolvimento deste câncer. Muitos estudos mostram uma moderada elevação no risco do desenvolvimento do câncer de próstata associada à ingestão de produtos lácteos, incluindo leite (integral, semidesnatado e desnatado), queijos e sorvetes.As carnes também são vilãs neste processo, pois foi observado que uma dieta livre de carne pode reduzir o risco de homens desenvolverem o câncer de próstata.Inclua na sua alimentação frutas vermelhas, vegetais e legumes. E lembre-se, sempre evite os excessos.

Lembre que quanto mais cedo for feito qualquer tipo de diagnóstico maior é a chance de cura.

Agende já a sua consulta!

 

Adicionar Comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados*

três × 2 =