Dermatite Atópica: Sintomas e Causas.

Dermatite Atópica: Sintomas e Causas.

Eczema atópico, mais conhecida por “dermatite atópica” é um tipo de inflamação da pele causada por reação alérgica nesse órgão, mais frequentes em crianças e adultos que têm rinite alérgica e asma.

Não se trata de uma doença contagiosa, e surge de forma cíclica, tendo períodos de melhora e piora.

Os seus principais sintomas são:

  1. Coceira;
  2. Vermelhidão no local;
  3. Pequenos caroços ou bolhinhas;
  4. Inchaço localizado;
  5. Descamação da pele;
  6. Formação de crostas;
  7. Na fase crônica, pode haver espessamento ou escurecimento da pele.

As dobras do corpo são os principais locais afetados pela dermatite. Cotovelos, joelhos ou pescoço, palmas das mãos e plantas dos pés são locais onde normalmente iniciam-se os sintomas, no entanto, nos casos mais graves, pode atingir diversos locais do corpo.

Dermatite atópica no bebê

Na maioria das vezes, a dermatite atópica surge nos bebês no primeiro ano de vida e em crianças de até 5 anos, podendo durar até a adolescência, mas, em alguns casos, podem permanecer a vida inteira.

A dermatite atópica infantil pode surgir em qualquer local do corpo, mormalmente na face, bochechas e nas partes externas dos braços e pernas.

Quais são as causas?

A dermatite atópica é uma doença genética e hereditária, porém, pode surgir e desaparecer de acordo com alguns estímulos, tais como:

  • Pele seca;
  • Poeira – exposição à ácaros;
  • Detergentes e produtos de limpeza em geral;
  • Banhos muito quentes e uso de sabonete;
  • Roupas de lã e de tecido sintético;
  • Baixa umidade do ar, o clima seco deixa a pele mais seca ainda e causa coceira;
  • Frio intenso, o que pode causar rachaduras na pele;
  • Calor e transpiração, principalmente nas dobras do corpo;
  • Infecções;
  • Maquiagem;
  • Certos alimentos alérgenos como lactose e glúten;
  • Estresse emocional, situações de nervosismo, ansiedade ou depressão.

O surto de dermatite pode ser diferente para cada caso, com variação de pessoa para pessoa.

É indicado sempre estar longe destas situações para que a dermatite seja controlada, além de usar hidratantes para a pele e remédios anti-alérgicos e anti-inflamatórios em pomada ou comprimido, prescritos pelo dermatologista.

Lembre que quanto mais cedo for feito qualquer tipo de diagnóstico maior é a chance de cura.

Agende já a sua consulta!

 

 

Adicionar Comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados*

11 + catorze =