Docctor Med ganha força na crise e anuncia expansão para 2017

Docctor Med ganha força na crise e anuncia expansão para 2017

Com o aumento dos custos na saúde privada, clínicas com modelos mais enxutos podem virar tendência no país. Com ganho de escala e demanda reprimida, a Docctor Med propõe agressivas metas de expansão em meio ao cenário atual da economia.

A rede de Clínicas Médicas Docctor Med aposta no crescimento do modelo de franquia para ter ganho de escala e redução de custos de operação. A rede, que já possui 45 unidades em mais de 12 estados, fechou 2016 com mais de 40 contratos assinados.

“Hoje estamos na contramão da crise. Enquanto o Brasil passa por recessão, nós estamos expandindo, afirma o diretor de expansão da rede, Roberto Asakura”.

No modelo da Docctor Med, as clínicas são compostas por várias especialidades, tais como: dermatologia, clínica geral, ginecologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, urologia, medicina da família, cardiologia, endocrinologia, psiquiatria, além de exames laboratoriais e de imagem.

“A crise acelerou o ritmo de crescimento da rede. Entre 2014 e 2015, foram 24 contratos e só em 2016, 26 franquias vendidas, explica”.

De acordo com Asakura, a meta era atingir 100 clínicas até 2021, contudo, neste ritmo é possível que a rede consiga atingir este número de unidades em 2019.

“Muitas clínicas estão procurando a ‘conversão’, porque o modelo da franquia ajuda a aumentar a margem de lucro e conseguimos boas negociações com fornecedores. Além de trabalhar com uma marca já forte”, coloca.

Em 2016, as clínicas da rede com mais de 1 ano de funcionamento, faturaram em média 25% a mais do que o ano anterior.

Além das pessoas sem planos de saúde, as pequenas e médias empresas estão no foco da rede para os próximos anos.

Lançado recentemente, o Cartão Empresarial Docctor Med tem o objetivo de atender a demanda das empresas de pequeno e médio porte que não possuem plano de saúde para os colaboradores, a fim de facilitar o acesso à saúde e reduzir o custo com despesa em convênio para a empresa.

Fonte: DCI

 

 

Adicionar Comentário

O seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados*

3 + 15 =